Programa

#Programa

Clínica

O profissional que trabalha em habilitação e reabilitação deve considerar aspectos físicos, sócio econômico e cultural quando organiza um plano de atuação em uma instituição. O trabalho deve ser organizado dentro de uma proposta multidisciplinar para que se tenha uma visão holística do paciente.

Objetivos Específicos

  • Promover atendimento multidisciplinar para habilitação, reabilitação e inclusão do atendido.

Objetivos gerais

  • Promover a habilitação e/ou reabilitação do atendido visando melhora da qualidade de vida e inclusão social. 
  • Promover a integração dos pais e/ou responsáveis ao convívio familiar e na sociedade.

I - Setor de Fisioterapia

A fisioterapia neurofuncional tem por objetivo tratar com eficácia os distúrbios relacionados a uma lesão neurológica, minimizando os efeitos da incapacidade, seja ela permanente ou não e readquirir a máxima independência funcional possível. Ela atua na restauração de funções como coordenação motora, equilíbrio, força e movimentos.
Os resultados variam por muitas razões, como o grau de comprometimento do dano neurológico e quais partes do sistema nervoso foram aferadas.

II - Setor de Terapia Ocupacional

Tem a responsabilidade e a capacidade de mostrar o mundo ao indivíduo através da atividade. Ela deve propiciar a busca das capacidades intrínsecas e/ou remanescentes do atendido para adquirir assim o nível mais alto possível de funcionalidade no desempenho das tarefas diárias, utilizando ou não adaptações.
Através da avaliação serão traçadas metas, baseadas nas necessidades específicas de cada atendido compatível com suas capacidades sensomotoras, intelectual, social e econômica.

III - Setor de Estimulação Visual

A Estimulação Visual tem a função de estimular a visão residual em crianças com baixa visão através de atividades específicas que atuam na neuroplasticidade, recebem estímulos para favorecer o seu desenvolvimento visual e global. Recomendado para crianças que apresentam atraso no desenvolvimento neuropsicomotor e disfunções neurológicas.

IV - Setor de Fonoaudiologia

A Fonoaudiologia está relacionada aos distúrbios da comunicação humana, assim este setor tem como objetivo primordial trabalhar alterações decorrentes de lesões neurológicas associadas à comunicação, como fala, linguagem, audição, cognição, leitura/escrita, comunicação (oral ou alternativa), motricidade orofacial e funções estomatognáticas.
Desenvolve orientações aos atendidos, familiares, cuidadores, educadores e equipe multidisciplinar, com atividades e ações educativas, preventivas e de inclusão social e educacional.
Visa proporcionar ao atendido oportunidade de compartilhar experiências cotidianas, melhorando assim sua relação inter-pessoal e auto estima, de acordo com suas necessidades e especificidades para melhor qualidade de vida.

V – Setor de Psicologia

O setor de Psicologia é o responsável pelo cuidado e atenção às questões emocionais individuais e grupais, visando à promoção de saúde, diálogo e comunicação. No âmbito institucional, a Psicologia atua em diversas frentes, desde o atendimento individual dos usuários da instituição e seus familiares, até a atuação com os diversos grupos de usuários e colaboradores. Para tanto, a Psicologia deve se articular com as diversas áreas, promovendo a multidisciplinaridade, que se demonstra como a especificidade do trabalho da Psicologia no âmbito das instituições.

VI - Integração Sensorial

"Integração sensorial pode ser definida como o processo cujo o cérebro organiza as informações com a finalidade de dar uma resposta adaptativa adequada. Isso é responsável por estruturar as sensações do próprio corpo e do ambiente de maneira que possibilita o uso eficiente do mesmo no ambiente. (Ayres, 2005)"
Esta abordagem auxilia no tratamento de crianças que possuem os diagnósticos de distúrbio de aprendizagem, síndromes genéticas, atraso no desenvolvimento neuropsicomotor, paralisia cerebral, transtorno do espectro autista e transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.

VII - Grupo Motor

Sendo o grupo o principal veículo para as relações interpessoais, ele funcionará como modelador de comportamento e agente motivador. Os grupos são montados com atendidos que apresentam semelhanças quanto ao quadro motor e/ou intelectual.

O programa é composto por tarefas, que deverão ser executadas no transcorrer do período, e são baseadas nas necessidade do grupo, no seu nível de desempenho e nas sua diferenças individuais.

VIII - PEDIASUIT

Temos capacidade e equipamentos para o tratamento do protocolo PEDIASUIT. A terapia consiste em um programa de 80 horas de tratamento realizadas em 04 semanas, seguidas de 12 horas de manutenção realizadas em 02 semanas.

O uso do macacão terapêutico combinado com o protocolo de terapia intensiva, foca na correção postural, melhora da função do movimento, desenvolvimento moto, reforço muscular, resistência, flexibilidade, propriocepção, equilíbrio e coordenação.

Compartilhe nas redes sociais!